quinta-feira, 30 de abril de 2009

Pesquisa sobre música modal

Eu e o Elizeu tentamos fazer uma pesquisa sobre música modal no google na lan da livraria... Vocês nem acreditam o tipo de propaganda altamente proibida para menores que veio na lista de links! Ser pesquisador não é fácil... Moral da história: o Elizeu vai pesquisar sozinho em casa e postar alguma coisa decente aqui depois. Para não dizer que não pusemos nada a ver com o que foi discutido na sala, vamos por uma dica dele aqui:


Trecho da wikipédia sobre música modal,bem MIXURUCO, nós achamos!

Música modal é música feita com o emprego dos modos. Esse tipo de música tem uma tonalidade e uma escala definidas, mas se difere da música tonal por não empregar as relações funcionais dessa música.

A música modal já era feita na Grécia antiga e sempre foi empregada por diversas culturas ao longo da história. Foi também a base da música eclesiástica na idade média. Mesmo com o surgimento do sistema tonal, a música modal permaneceu, sobretudo em manifestações populares e folclóricas, sendo utilizada também como "tempero" musical em composições tonais.

Por apresentar uma tonalidade definida, a música modal não pode ser considerada atonal, visto que o termo música atonal designa um rompimento deliberado com o sistema tonal, iniciado sobretudo em fins do século XIX e início do século XX.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%BAsica_modal

MÚSICA MODAL X MÚSICA TONAL

A música modal é quando o tom da música não é o modo jônio ou eólio. Por exemplo uma música que está no tom de DO, mas no lugar da nota FA, tem um FA#. Significa que o modo utilizado é o Lídio. Logo se trata de uma música modal.

Caso uma música tiver um DO lídio, mas percebermos que o tom da música é SOL, a música será tonal, pois o lídio está exercendo sua função de IV grau.

Antes do sistema tonal ser criado, todas as músicas eram modais, ou seja, cada povo de determinada região adotava um modo como parte de sua cultura.

Exemplos:

Na música flamenca se usa o modo frígio, na música nordestina se usa o modo mixolídio, etc.

A partir do século XVII, quando se criou o sistema tonal, todas as escalas existentes passaram a ser comparadas com os modos jônio (escala maior natural que dá origem ao campo harmônico maior) e á eólio (escala menor natural que dá origem ao campo harmônico menor), se a escala em questão possuir uma terça maior, deve ser comparada com o jônio, se tiver uma terça menor, deve ser comparada com o modo eólio.


Fonte: http://www.violaobrasil.com.br/musica-modal-x-musica-tonal

2 comentários:

  1. Ainda não conseguí entender se o que caracteriza a música modal é o encadeamento melódico baseado em algum modo (dorico, frigio etc) ou se é o uso dos acordes construidos sobre o campo harmonico de um modo qualquer(dorico, frigio etc).

    ResponderExcluir
  2. É mais quando a música não é baseada na ideia de progressão harmônica no estilo tensão/repouso, tonica-subdominante-dominante....ela trabalha com outros recursos,por exemplo a altura e o ritmo, além da propria escala...diferente da música atonal, que nega a escala, foge da ideia de encadeamento harmonico/melodico, nenhuma nota é tida como referencia

    ResponderExcluir